quinta-feira, 1 de março de 2012

PERDENDO O MEDO DE FALAR EM PÚBLICO

Não precisa ir muito longe pra encontrar as pessoas que tem medo, ou melhor, tem pavor em falar em público. Eu conheço várias pessoas que são inteligentes, tem eloquência em seus discursos, mas quando se vêem "intimadas" a realizar uma explanação, ou algum tipo de seminário começam a suar frio, sente aquele conhecido "frio na barriga", a voz falha e fica trêmula, além da tremedeira que ataca o corpo.



Pensando nesses meus amigos resolvi escrever esse texto, baseado em um artigo que li na Revista Super Interessante (e eu indico muito essa revista), misturando com alguns artigos da internet e, até mesmo, um pouco de experiência pessoal. Vamos iniciar esse texto logo, antes que eu comece a esquecer o que tenho que escrever:

1- CONHEÇA O ASSUNTO QUE VOCÊ VAI FALAR:

Antes de qualquer medo ou temor que exista em enfrentar um público, concentre-se no assunto que vai ser tratado. Estude, leia e releia o seu texto, tenha firmeza nas palavras que vai usar e não perca o foco. Muitas pessoas se perdem frente a platéia por não saberem os caminhos secretos do seu texto. Lembre-se que você é que vai ministrar a palestra, ou falar, não a platéia. Portanto, domine o seu texto, estude o tempo que for necessário para que na hora certa, você possa usar as palavras corretas.

2- FALE SOZINHO.

Essa dica pode parecer estranha, mas entendam. Após conhecer o seu texto, você deve treinar. Se você realmente é daqueles que domina o texto, escreve bem, mas não sabe colocar as palavras, treine. Tranque-se em seu quarto, ou em algum lugar reservado e fale seu texto, converse, explane como se estivesse em frente a uma platéia lotada. Nessa hora você vai cometer erros e poderá corrigi-los. Se necessário, ou possível, grave enquanto estiver falando para ouvir depois, assim você poderá criar uma espécie de roteiro para ter uma base, um guia do que deve falar e não enrolar muito caso fique nervoso.

3- REÚNA A FAMÍLIA E FALE:

Após conhecer o assunto, saber quanto tempo vai gastar e os rumos que vai tomar é hora de enfrentar o "inimigo" de frente. Para perder o medo de falar em público, nada melhor que um tratamento de choque. Antes da sua apresentação junte algumas pessoas em que você confia, e coloque-as no sofá. Assim você poderá ter um público para começar a falar e ainda treinará sua entonação e modulação vocal. 
É muito importante que você tenha esse período de pré-adaptação ao que virá depois.

4- CONHEÇA O TERRENO ONDE PISA:

Para fazer uma boa apresentação, conheça algumas regras básicas:
- qual o local da apresentação;
- se você será o(a) único(a) orador(a);
- qual a ordem das apresentações;
- se haverá um período para perguntas e respostas;
- para quem você vai falar;
- o que esse público quer ouvir;
- quanto tempo você terá;
- que instrumentos estarão à sua disposição (retroprojetor, computador, TV, vídeo, lousa, etc).
Prepare-se para todo tipo de pergunta. É inevitável que o público levante questões menos exploradas na sua apresentação. Se você realmente dominar o assunto, terá como prever dúvidas e possíveis objeções. Devolva a pergunta para a platéia - alguém pode saber a resposta - ou dê referências sobre o assunto, mesmo que você desconheça a resposta exata.

5- CONCENTRE-SE NAS PALAVRAS E NÃO NAS PESSOAS:

Um último passo é quando você está em frente a grande massa de admiradores e está prestes a realizar sua oratória. O importante nesse momento é que você relaxe a mente e se concentre no que vai falar, e não em quem está ouvindo. Não pense que as pessoas estão ali pra anotar suas falhas e lhe criticar, eles estão ali para ouvir o que você irá falar. Por isso, é mais importante que você saiba o que falar e não querer ver quem está ouvindo.

6- SEJA ESPONTÂNEO:

Não force a barra. Não crie um personagem, ou uma nova personalidade, seja você mesmo. Se você não conhece palavras "difíceis", não tente usá-las. Se você não sabe contar piadas, não é esse o momento que você deverá aprender a contar. Quanto mais autêntico você for, melhor para você e para o público. Se por algum motivo você cometer algum erro ou gafe e o público rir, RIA COM ELE. Não pare, não se zangue ou fique nervoso, nem peça desculpas. Errar é normal e não deve ser priorizado. Ria e siga em frente com seu discurso.

No mais acredito que a prática e o tempo auxiliam. Se você compreender e aplicar essas dicas já terá dado um grande passo para perder o medo de enfrentar pessoas, e  terá uma base sólida para se tornar um excelente orador, ou simplesmente, conseguir conversar com as pessoas sem esquecer o assunto.



 


Um comentário:

  1. Muito legal. Bom p pessoas tímidas como eu. ;)
    Muito edificante irmão.

    ResponderExcluir

Dê sua opinião sobre o que foi escrito. Curtiu?